quarta-feira, 4 de agosto de 2010

VISITA TÉCNICA À CIDADE DE CURITIBA


Do dia 4 até o dia 6 deste mês, estarei na cidade de Curitiba para conhecer a operacionalização do BRT (Bus Rapid Transit) implantado na capital pela prefeitura municipal e que é considerada exemplo no Brasil em transporte público de massa. A cidade de Curitiba foi a pioneira a adotar o sistema BRT de transporte no Brasil, que será alvo de melhorias em virtude dos jogos da Copa 2014, com previsão de sua ampliação em três quilômetros.


A Prefeitura de Manaus está desenvolvendo projetos básicos para a implantação do BRT na capital amazonense, prevendo sua conclusão em dois anos, a tempo de ser utilizada durante a realização da Copa 2014, onde Manaus será uma das Sub-Sedes. Com recursos federais, o BRT de Manaus terá um trajeto LESTE/SUL, saindo do Terminal 4, localizado na Av. Camapuã, seguindo por uma via projetada paralela a Av. Autaz Mirim, seguindo até o a Av. Cosme Ferreira, no bairro São José Operário. Integrando-se com o Terminal 5, segue pela Av. Cosme Ferreira até o complexo viário Gilberto Mestrinho (Bola do Coroado), seguindo pela Av. General Rodrigo Otávio até o Igarapé do 40, próximo ao Shopping Studio 5. Seguindo o Igarapé do 40, chega ao Centro da cidade por meio da Av. Manaus Moderna.


O BRT (Bus Rapid Transit), ou TRO (Trânsito Rápido de Ônibus), é um transporte coletivo sobre pneus integrado à uma rede de corredores e linhas, com estações fechadas niveladas ao piso do ônibus para reduzir os tempos de embarque e desembarque de passageiros.


Nesta visita, aproveitaremos também para conhecer o sistema administrativo de regionais, implantado na administração municipal e que vem sendo aperfeiçoado com o tempo.

Acompanhe o blog do Claudemir pelo TWITTER

http://twitter.com/blogdoclaudemir



5 comentários:

  1. Gostaria muito que nao esquecessem da ACESSIBILIDADE, da distancia entre vao e plataforma, das sinalizaçoes e tambem do preconceito que existe em: Fazer somente uma entrada para os deficientes. Para mim um lugar que nao está preparado para receber todas as pessoas, esse lugar é deficiente. Gostaria muito de saber mais informaçoes sobre esse projeto. Um bom dia! Traga novidades de Curitiba.

    ResponderExcluir
  2. Achei bem poluido o serviço de iluminaçao da foto. tem um poste a cada dez metros? Onde esta a preocupaçao energetica ai? Sustentabilidade, palavrinha tao falado nos ultimos tempos...

    ResponderExcluir
  3. Claudemir,


    Pelo incrível que pareça, agora que eu fui reparar em um detalhe, o "Sistema" BRT não funcionara em toda a cidade? O sistema no restante da cidade continuará o mesmo? Como deverá funcionar? Sem contar o Monotrilho, que é apenas um complemento. O trecho Oeste-Sul, por exemplo, sofrerá mudanças?

    A minha dúvida é o seguinte: o sistema de tranporte da cidade será melhorado, ou ganhará apenas um corredor exclusivo no sentido Leste-Sul? Teremos novas rotas, novas linhas, novos modelos de ônibus, por exemplo, em Curtiba, existe o modelo "expresso", o "coletor", etc. Existem diferentes modelos, de acordo com a sua finalidade. Poderíamos utilizar um sistema de cores nos ônibus e uma nova sinalização. Todos nós sabemos que andar de ônibus em Manaus é muito difícil! O sistema BFT não se baseia única exclusivamente em "corredor exclusivo", é bem mais complexo do que isso.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Carlo Nelson - Arqto e Urbanista12 de agosto de 2010 13:19

    É bem verdade que esta foto não faz justiça ao sistema BRT em virtude de que, em determinados trechos e vetores da cidade de Curitiba como na Av. João Gualberto dentre outras, servirem de forma exclusiva e continua. Nesta foto podemos verificar a interrupção em função dos cruzamentos, é interressante informar que este sistema torna-se eficiente em função do sistema trinário pois de cada lado desta avenida dedicada ao BRT existem avenidas exclusivas para veículos no sentido bairro centro e vice-versa. A experiência de Curitiba é de fundamental importância visto que, devido ao adensamento da cidade e a maior demanda de transporte público, o modelo BRT deve ser otimizado para manter uma velocidade média de 60 Km/h (minimo aceitável). Manaus tem a maturidade para aproveitar estes bons exemplos.

    ResponderExcluir
  5. A cidade de Curitiba foi a pioneira a adotar o sistema BRT de transporte no Mundo, não so no Brasil

    ResponderExcluir

Registre aqui o seu comentário. Obrigado