quinta-feira, 23 de setembro de 2010

AS EMBALAGENS DE GARRAFA PET

Sempre que acabamos de tomar um refrigerante ou uma água, o que fazer com o vasilhame de plástico? Geralmente essa embalagem vai para o lixo ou, muito raramente, são separados para reciclagem.

As garrafas PET’s são consideradas pelos ambientalistas um dos grandes problemas a ser resolvido quando se fala em resíduos sólidos, uma vez que é grande a quantidade de unidades desse vasilhame que chegam aos leitos dos rios e igarapés das cidades. Programas para a reutilização do material das embalagens já estão em prática em muitas localidades, onde projetos são desenvolvidos com a realização de cursos e oficinas, permitindo que a população crie peças como bolsas, sacolas, brinquedos e até objetos de decoração. Tudo utilizando o plástico das embalagens. Idéias não faltam.

Porém, o destino final desses resíduos é assunto que ainda precisa ser bastante discutido, pois é grande o volume de embalagens que chegam aos leitos dos rios e igarapés, poluindo e prejudicando nossa cidade.

As imagens abaixo, enviadas por uma colega, mostram uma idéia que utiliza a parte superior das garrafas para vedar sacos abertos de outros produtos, como farinha, grãos e biscoitos. Mais uma idéia entre várias existentes, contudo, muito longe de resolver o problema de destino final dessas embalagens. Mas não deixa de ser uma idéia interessante.

Vou testar!


Acompanhe o blog pelo twitter

http://twitter.com/blogdoclaudemir


Um comentário:

  1. Jefferson Rebello2 de julho de 2011 10:45

    É uma solução para o aproveitamento de uma parte da embalagem. Assim como qualquer outro objeto que possa ser desenvolvido para a reutilização. porém, precisamos do desenvolvimento de projetos que realmente possam reciclar o material e todos os demais que passam a poluir nossos rios. Campanha de educação não se vê, programas de orientação nas escolas e certamente auxiliaria para o uso descontrolado. Trabalhei um tempo numa empresa de bebidas e todas garrafas que eram quebradas iam parar no fundo do Rio Negro. Alguém fiscaliza? Até o presente a atividade continua. A desculpa: Gera emprego. Fazemos de conta que enxergamos e fica por conta dos nossos interesses. Querer fazer mudanças sem olhar pro nosso berço, A EDUCAÇÃO, fica beeeemm mais complicado. Façamos de conta que eu não disse nada...

    ResponderExcluir

Registre aqui o seu comentário. Obrigado